Uri Geller foi usado como guerreiro psíquico pela CIA durante a Guerra Fria